domingo, 19 de dezembro de 2010

Fim de ano pede.......................... PANETONE Sem Glúten e Sem Lactose!!!

Olá... 
A pedidos: PANETONE!!!
Fiz uma mescla de várias receitas que tinha de panetone e formas de fazer e saiu essa!
Ficou muito gostoso, e eu não sou muito fã. Mas gostei mais desse do que dos normais, que acho muito artificial.
Experimentem! Beijos...

INGREDIENTES:
1  xícara de farinha de arroz;
1  xícara de polvilho;
1/2 colher (de chá) de sal;
1 e 1/4 xícara de açúcar cristal;
1 1/2 colheres (de chá) de CMC (informações sobre o CMC  AQUI)
1  xícara de água morna;
1 ovo;
1 1/2 colheres de creme vegetal (Pode ser becel);
1/2 colher de essência de panetone;
1/2 xícara de uvas passas;
1/2 xícara de frutas cristalizadas;
2 colheres (sopa) de fermento biológico seco.

 
MODO DE PREPARO:
Em uma vasilha média misture todos os ingredientes secos. Na batedeira adicione a água morna e bata em velocidade baixa para misturar. Abaixo você confere a aparência da mistura:
Junte os ovos levemente batidos com o creme vegetal, as frutas e uvas passas e a essência. Bata em velocidade baixa para misturar. Aumente a velocidade da batedeira para o máximo e bata por mais 3 minutos.
Despeje a massa em uma forma para panettone (de 500g) untada com creme vegetal, deixe pela metade da forma de massa. 

Deixe descansar em local quente (forno microondas fechado) por aproximadamente 40 minutos ou até que a massa atinja 1cm da borda. É importante que não cresça demais para que ao assar não abaixe no meio.
 Leve o Panetone ao forno, sobre uma assadeira e, asse-o por 30 min. 
Após 20 minutos, abaixe para forno médio.
Após retirá-lo do forno, pincele creme vegetal sobre a casca.

Fiz uma receita e meia para experimentar usar forminhas de muffins, mas não deu muito certo. Quando cresceu a massa, a forminha amoleceu e abriu tive que correr para colocar dentro de outra para salvar.
Nisso o grande que havia crescido muito (ficou lindo), ficou de fora enquanto eu socorria os pequenos, acho que isso o fez baixar um pouco no meio enquanto assava.
Até que ficaram bonitinhos não?


Acho que pela aparência dá para perceber o quanto ficou fofo e úmido. 
O meu ficou pouco doce, quem gosta mais doce pode aumentar a quantidade de açúcar ou as frutas secas.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

ESFIRA SEM GLÚTEN II (REPAGINADA)

Bom dia!
Sábado foi dia de Esfira! 
Aproveitei que uma leitora tinha me pedido e repeti a dose com umas mudanças.
Na antiga receita, que você confere aqui, não usei o CMC.
E a mistura da farinha era diferente.
Confiram o passo a passo e digam o que acharam!
Beijos.


INGREDIENTES:
Massa:
3 xícaras de farinha misturada (2 xícaras de farinha ou creme de arroz, 2/3 de fécula de batata e 1/3 de polvilho doce);

1 e 1/2 colher de CMC (informações sobre o CMC  AQUI  );1 colher de sopa de açúcar;
1 colher de café de sal;
1 colher (sopa) de fermento para pão (um envelope de 10g);
2 colheres de chá de liga neutra (emulsificante para sorvete)
2 ovos;
½ xícara de óleo
Leite morno até dar ponto de amassar.


Recheio:
200 g de carne moída crua;
1 cebola pequena picada;
2 tomates picados;
Cheiro verde a gosto;
Sal;
Azeite;
Suco de meio limão.
Misture todos os ingredientes e tempere a gosto.

MODO DE PREPARO:
Coloque na vasilha que for preparar a massa: o fermento, açúcar, 3 colheres da farinha preparada e um pouco de água morna, faça um creme e deixe em local abafado por 20 min.
Tentei capturar a aparência:



Após o tempo, o fermento reage e forma o que chamo de "esponjinha" (foto), então junte (já amassando):
 as farinhas já misturadas, o  sal, os ovos batidos, a liga neutra, o óleo e o leite aos poucos até que dê ponto de amassar.

A minha massa ficou muito pegajosa, acrescentei polvilho até achar o ponto ideal.


Faça as bolinhas e coloque para crescer em local abafado (dentro do microondas é perfeito).

Na foto abaixo já estavam crescidas.




Pegue a bolinha, estará bem porosa, abra em um prato (com o filme plástico fica bem mais fácil de moldar):




Como já comentei aqui, homogeneidade e simetria não são meu forte, mas tenho uma amiga arquiteta muito habilidosa pra me ajudar, hehehe.








Pincele uma mistura de 1 gema com um pouco de leite.


Fizemos umas de queijo (quadradas) e abertas de carne.

Que ficaram assim:

 E as fechadas, digamos que PERFEITAS!!!!!!!!

Rachou um pouquinho, mas bem menos que a outra que fiz.
O recheio fica molhadinho,  e a massa não ficou tão quebradiça.




Espero que gostem... Beijos e ótima semana!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

TORTA DE FRANGO DE LIQUIDIFICADOR (SEM GLÚTEN)

Olá!
Faço sempre essa torta em casa, vario os recheios de acordo com o que tem em casa e é sempre sucesso!
A receita é da mamãe, apenas substitui a farinha de trigo, e diminui a quantidade de líquidos.
Vamos à receita?


INGREDIENTES:
2 xícaras de farinha sem glúten (misture 2 xícaras de farinha de arroz, 2/3 de xíc de fécula de batata e 1/3 de xícara de polvilho doce);
2 ovos;
1 colher (de chá) CMC;
1 xícara de queijo ralado (meia cura);
1 xícara de leite desnatado;
1/3 de xícara de óleo;
1 pitada de sal (o queijo costuma ser bem salgado);
1 colher de fermento químico;


Recheio:
Meio peito de frango desfiado;
molho de tomate;
cebola e alho;
1 colher de maisena;
Ervilhas frescas;
Azeitonas picadas;
Champignon;
Sal a gosto.




Faça o molho como de costume, acrescente uma colher de maisena dissolvida em meia xíc. de água, mexa até que engrosse um pouco.
Esfrie o molho antes de colocar na torta.


MODO  DE PREPARO:
Bata os ingredientes da massa no liquidificador, menos o fermento que é misturado com uma colher no final.
Caso fique muito grossa, acrescente mais leite até que fique uma massa mais grossa que de panqueca.
Despeje pouco mais que a metade da massa em uma assadeira untada e enfarinhada (farinha sem glúten).
Distribua por cima o recheio, já morno para não cozinhar a massa.




Coloque colheradas de requeijão e mussarela por cima do recheio. (Opcional)
Acrescente o restante da massa e asse em forno pré-aquecido.







Essa torta me lembra a minha infância, nem parece que não tem farinha de trigo!
Façam e me contem como ficou e o que acharam.
Beijos e ótima semana.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

SUBSTITUTOS!

Para nós, alérgicos, intolerantes, celíacos, etc, sempre surgem dúvidas na hora de cozinhar como: Quanto disso equivale a 1 kg daquilo????
E temos a resposta!
A Cláudia Marcelino teve o cuidado de explicar muito bem com as medidas e os substitutos.
Para conferir acesse o link do blog dela  http://dietasgsc.blogspot.com.
Vale imprimir e deixar próximo das suas receitas!
Beijos.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Cookies Sem Glúten De Chocolate!

 Boa tarde...
Ontem testei uma receita nova, de cookies, nunca tinha feito nada parecido.
Fiz umas adaptações e postei para vocês.
Posso adiantar que ficaram deliciosos.
Experimente também!
Aí vai...

INGREDIENTES:

1 e 1/2 xícara de mistura de farinha sem glúten (2 xíc. de farinha de arroz , 2/3 de xíc. de fécula de batata, 1/3 de xícara de polvilho doce);
1 e 1/2 colheres (sopa) de chocolate em pó sem glúten;
1/2 colher das de chá de CMC (dúvidas AQUI );
1/2 colher das de chá de fermento químico (Pó Royal);
1 pitada de sal;
1/3 de xícara de óleo de canola;
1/3 de xícara de leite desnatado (caso prefira pode usar o leite vegetal, de soja ou arroz);
1 colher (sopa) de essência de baunilha;
1/2 de xícara de acúcar;
1/2 xícara de gotas de chocolate sem glúten (não encontrei em gotas, então piquei uma barra do meio amargo).

MODO DE PREPARO:
Em uma vasilha misture os ingredientes secos, depois adicione o óleo, o leite, a baunilha e misture bem até formar uma massa homogênea.
A massa fica bem pegajosa, adicione o chocolate e misture bem.


Forre uma assadeira com papel manteiga, unte com margarina e coloque porções da massa com uma colher. Modele os biscoitos dando uma amassadinha com o garfo.



 Asse em forno pré- aquecido (bem quente), por mais ou menos meia hora.


 Cuidado com o tempo de forno, os meus ficaram meio duros, mas ainda assim derretem na boca.
 Peço desculpas pela aparência, já perceberam que uniformidade não é o meu forte né? Rsrsrs...
O ideal é fazer menor porque ele dá uma "espalhada" quando esquenta.
Vale a pena experiementar! Beijos.