domingo, 27 de março de 2011

X TUDO DE FORNO (RECEITA DO MAIS VOCÊ)


Estava na academia me matando na esteira quando a Ana Maria Braga começou a fazer essa receita e como não me esqueço nunca do blog, pensei: "vou fazer a versão sem glúten!" E não é que deu certo de primeira?
Aqui você confere o link da receita original do "Mais Você".
Fiz umas adaptações nas quantidades, pois fiz para duas pessoas. 
A refratária é pequena e não deu para fazer duas camadas de hamburger. Fico devendo as fotos do passo a passo mas caso tenham dúvidas, basta me mandar um comentário.
Segue Receita:

INGREDIENTES:
Molho especial: 
- 1 xícara (chá) de maionese
- 1 xícara (chá) de catchup picante
- 1/4 xícara (chá) de mostarda
- 1 colher (sopa) de pepino em conserva cortado em cubinhos
- 2 colheres (sopa) de cebola bem picadinha
- 1 colher (sopa) de vinagre de maçã
- 1 colher (sopa rasa) de açúcar
- sal a gosto.

Massa:
Utilizei a massa que fiz os pãezinhos de lingüiça.
Você pode fazer exatamente a receita do link, e colocar a massa para crescer em dois recipientes: metade na refratária que vai para o forno e a outra metade em uma tigela que será a parte de cima do sanduíche.
Ou faça a adaptação que fiz:

3 xícaras da mistura de farinha sem glúten (2xíc. de farinha ou creme de arroz, 2/3 de xíc. de fécula de batata, 1/3 de xíc. de polvilho doce ou azedo);
½ colher de café de Goma Xantana;
2 colheres das de sopa de açúcar + 2 colheres das de chá para levedar o fermento;
1 colher das de chá de sal;
1 e 1/4 de xícara de água mineral morna (Usei leite) + 1/2 xícara para levedar o fermento;
1 colher das de sopa de fermento biológico seco;
1/4 de xícara de óleo vegetal;
1 colher das de chá de vinagre de maçã;
1 ovo + 1 clara.

MODO DE PREPARO:
Em uma vasilha média, coloque a farinha, a goma xantana, o sal, o açúcar e misture com um batedor de ovos;
Em uma vasilha pequena, misture a 1/2 xícara de água morna com as duas colheres das de chá de açúcar e o fermento. Deixe levedar, levantar uma espuma, forma uma esponjinha.
Misture o óleo com a xícara de água (ou leite) morna e o vinagre.
Coloque-a sobre a mistura de farinha e bata com a batedeira em velocidade baixa para misturar. Adicione os ovos, bata novamente em velocidade baixa. Adicione o fermento e continue batendo em velocidade baixa e em seguida aumente para velocidade máxima. Bata por 3 minutos.
* Fiz essa massa batendo na mão, a diferença foi que separei as claras e coloquei batidas em neve, e o resultado foi ótimo.
Colocar a massa para crescer em dois recipientes: metade na refratária que vai para o forno e a outra metade em uma tigela que será a parte de cima do sanduíche.


Foto da metade da massa depois de crescer.

Recheio: 
- 6 hamburguers 
- 1 xícara (chá) de milho escorrido (Não tinha em casa)
- 1 xícara (chá) de ervilha fresca (Não tinha em casa)
- 200 g de presunto fatiado (substituí por blanquet)
- 200 g de mussarela fatiada
- 1 tomate cortado em rodelas
- Azeitonas picadas. 
- gergelim branco para polvilhar (Não tinha, mas adoro!)

MODO DE PREPARO:
Molho: Numa tigela coloque 1 xícara (chá) de maionese, 1 xícara
(chá) de catchup picante, 1/4 xícara (chá) de mostarda, 1 colher
(sopa) de pepino em conserva cortado em cubinhos, 2 colheres
(sopa) de cebola bem picadinha, 1 colher (sopa) de vinagre de
maçã, 1 colher (sopa rasa) de açúcar e sal a gosto, misture bem e
leve para a geladeira por +/- 2 horas para apurar os sabores. 

Montagem:  Numa refratária retangular (35 cm X 25 cm) untada e
enfarinhada com metade da massa, faça camadas na seguinte ordem:
- 6 hamburguers (congelado, ou em temperatura ambiente ou
dourado, na minha refratária só houve espaço para 4 hamburguers)
- Metade do molho especial
- 1 xícara (chá) de milho escorrido
- 1 xícara (chá) de ervilha fresca
- O presunto fatiado
- A mussarela fatiada
- 4 hamburguers
- a outra metade do molho especial
- rodelas de 1 tomate (Acrescentei orégano).
 Cubra com a outra metade da massa e salpique gergelim branco, passei a gema sobressalente na massa.
Leve ao forno médio pré- aquecido a 180 graus até que fique dourado.
Retire do forno e sirva em seguida.



O molho é realmente especial, tem um sabor picante. Nós adoramos!!!
Beijos.

Bolo Mármore Sem Glúten (Para a versão sem lactose, basta substituir o Leite por água ou leite vegetal)

Afilhado em casa, correndo com a gatinha pra lá e pra cá...
Tem que ter bolinho pra acompanhar né!?
Nada como um bolo de duas cores para agradar crianças e adultos!!!
Receita:
INGREDIENTES:
2 colheres (sopa) de óleo;
1 xíc de açúcar crista;
3 colheres de sopa de chocolate em pó sem glúten;
1 xíc de leite morno;
2 ovos;
2 ½ xíc de farinha preparada sem glúten;
 ½ colher de café de goma xantana*;
1 colher ( sopa) de fermento em pó.

MODO DE PREPARO:
Pré-aqueça o forno para 180C.
No liquidificador, bata bem as gemas, o óleo, o açúcar, a farinha ,o leite e bata bem. 
Por último coloque a mistura em uma tigela e adicione o fermento e as claras batidas em neve, misturando bem levemente com uma colher.


Distribua 2/3 da massa na assadeira untada e enfarinhada (uso a de furo no meio) e na parte que restar misture o chocolate. 
Por cima da massa, coloque a  misturada com o chocolate e ponha para assar.



Depois é só passar um café!


Fiz novamente com um chocolate mais forte, o Nestlè... Ficou mais escuro, mas a massa pesou um pouco... Porém não menos gostoso!


*Obs: A goma xantana é muito mais forte que o cmc. Já estraguei um bolo inteiro que ficou parecido com uma borracha, então coloque aos poucos e vá mexendo, ela "engoma" a massa... Depois com as claras em neve consigo a consistência ideal!
Espero que gostem.... Beijos.

segunda-feira, 21 de março de 2011

2° Glúten Free





Meu apelo continua!!!
Para que seja promovido um encontro desses em Brasília ou Goiânia para que eu possa iiir!!!!! 
2º Glúten Free SP contará com a presença de palestrante Internacional 
A 3 Marketing & Comunicação agência responsável pela concepção e realização do Glúten Free no Brasil, trará a São Paulo nos meses de Abril e Maio a 2ª edição do evento, com palestras internacionais e grandes nomes da nutrição nacional.

O principal objetivo do 2º Glúten Free SP é levar informações atualizadas e prosseguir a missão de discutir sobre a excessiva ingestão de glúten na alimentação ocidental, as doenças relacionadas, os novos alimentos e principalmente como lidar com essa proteína tão presente em nosso dia a dia. Trata-se de um movimento que envolve tanto informação, quanto a aplicação de dietas e cardápios zero glúten.
Dados
De acordo com o Dr. Thomas O’Bryan: 35% dos pacientes ainda apresentam sinais da doença celíaca após dois anos do início da dieta sem glúten. 65% dos pacientes adultos em dieta sem glúten por mais de vinte anos desenvolvem doenças ósseas (20% apresentam osteogenia, 45% apresentam osteoporose). Mais de 30% da população celíaca não é curada com uma dieta sem glúten. E aqueles que rejuvenescem sua vilosidade apresentam aumento da permeabilidade intestinal nos anos seguintes. Embora a maioria dos indivíduos com doença celíaca tenha uma melhora considerável nas primeiras semanas sem o consumo de glúten,  entre 7% a 30 % ainda continuam a apresentar sintomas ou manifestações clínicas relacionadas a doença celíaca apesar de estarem sob uma dieta sem glúten.

Essas e outras questões continuarão a ser debatidas neste, que é um dos maiores eventos do país especializado no assunto, o Glúten Free SP.
Programação
Nos dois dias de evento (02/04 e 14/05) o 2º Glúten Free contará com uma programação especial, voltada a um público específico. Todos os participantes terão acesso as informações qualificadas e poderão escolher o dia em que participarão do evento de acordo com a sua necessidade, sendo assim, no dia 02/04 o evento será restrito para nutricionistas e profissionais, e no dia 14/05 será aberto ao público como um todo.

Alimentação / Praça de Exposições
O Glúten Free é baseado em um pilar básico da nutrição: alimentação de 3 em 3 horas, sendo assim o evento proporcionará café da manhã, almoço (livre), coffe break para todos os participantes e ainda contará com uma praça de exposições, que ficará posicionada e aberta durante toda a duração do evento para degustações, esclarecimentos nutricionais e informações.

Oficinas Culinárias Zero Glúten
Além de palestras e alimentação zero glúten, o evento contará também com Oficinas Culinárias gratuitas, que acontecerão durante todo o mês de Maio, em pontos selecionados da cidade, como: restaurantes, lojas de produtos naturais, espaços gastronômicos e shoppings. O objetivo principal das oficinas é apresentar receitas práticas, livres de glúten e que possam ser aplicadas no dia a dia. Quem assinará o cardápio e ministrará todas as aulas dessas oficinas, será a Chef e nutricionista funcional Natalia Werutsky.

Concurso Melhor Receita Zero Glúten
O Glúten Free traz como novidade para esta 2ª edição um Concurso de Receitas Zero Glúten, que será realizado com os alunos dos cursos de Gastronomia e Nutrição da Universidade Anhembi Morumbi.

O concurso funcionará da seguinte forma: os participantes interessados deverão se inscrever e elaborar receitas práticas e saudáveis, sem glúten. As melhores receitas, mais criativas, saborosas e práticas, ganharão um super prêmio.

Para mais informações acessem: www.glutenfreebrasil.com