sexta-feira, 28 de outubro de 2011

BOLINHO DE FEIJÃO RECHEADO - SEM GLÚTEN

Sabe aquela situação em que você chega morrendo de fome e o almoço ainda não está pronto, mas o feijãozinho acabou de ser cozido? Sabe? Bom... eu sei, pego um pratinho coloco feijão um pouquinho de farinha de mandioca e... hummm... Poderia falar que fazia isso quando era criança, mas tenho que assumir que ainda é uma prática comum na vida adulta...Hehehe.
A partir desse "princípio" surge a receita de hoje!



INGREDIENTES:

2 xícaras de feijão cozido;
1/2 cebola batidinha;
Temperos a gosto: curcuma, cheiro verde, pimenta-do-reino e sal.
Farinha de mandioca até dar ponto;
Muçarela e linguiça calabresa em cubos para o recheio.
1/2 xícara de queijo ralado.

MODO DE PREPARO:

Amasse o feijão com um garfo e tempere com a cebola e os condimentos.
Acrescente a farinha aos poucos mexendo bem, observe que ela incha devagar, por isso, mexa bem antes de por mais porque pode passar do ponto (no meu acho que passou um pouco). Confira o sal.
Modele a massa como um hamburguer, acresente o queijo e a liguiça e feche formando bolinhas.
Pincele as bolinhas com água e passe em farinha de mandioca misturada com o queijo ralado.
Asse até ficar douradinho ou frite em óleo quente.
Como sabem, tenho aversão a fritar (não à fritura, rs)! Espirra tudo, morro de medo, então sempre prefiro assar, porém acredito que fritos os bolinhos fiquem melhor ainda.
Foi sucesso aqui em casa e o que valorizo muito em uma receita: fácil e rápido!
Beijos e ótimo fim de semana!



Fotos: Vinícius de Sá.



segunda-feira, 3 de outubro de 2011

PIZZA SEM GLÚTEN - NO ROL DAS PREFERIDAS!

Como sabem, sou paulista, e lá na minha terra domingo é dia de pizza! 
Acho a pizza muito versátil, pois mesmo de dieta você pode apreciar essa delícia, só de não conter glúten já é mais leve, daí é só pegar leve no tipo do recheio, e claro não passar da quantidade sensata (o mais difícil)! 

Nesse domingo resolvi variar a receita da massa, no site da Leila encontrei essa e resolvi tentar. É prática e rápida, do jeitinho que eu gosto.
Foi um sucesso, já adotei como uma das preferidas. Tirar foto a noite não dá muito certo, mas dá pra ter uma idéia.
Vamos lá: 

INGREDIENTES:

3 xícaras de farinha preparada (usei a com fécula de batata);
1 colher (sopa) de fermento químico (tipo pó royal);
1/2 colher (chá) de goma xantana ou cmc;
1/2 colher (chá de sal);
1 xícara de queijo ralado (usei o minas meia cura);
1 copo de iogurte natural;
3/4 de xícara de leite;

MODO DE PREPARO:

Pré-aqueca o forno a 200 C. 
Misture 2 1/2 xícaras da farinha, o fermento, sal e goma xantana em uma tigela grande. Adicione o queijo e misture bem.
Em uma tigela misture o iogurte e o leite.
Adicione os ingredientes molhados aos ingredientes secos misturando com um garfo até obter uma massa pegajosa. 
Desenforme sobre uma superfície enfarinhada.
Suavemente amasse a massa usando a meia xícara de farinha restante, vá salpicando a farinha por cima e incorporando aos poucos, até que a massa fique mais unida.

 Achei muito interessante a textura dessa massa, inicialmente ela ficou semelhante à ricota, ao adicionar mais farinha foi tomando forma, ficando mais unida e muito moldável.
Abra a massa até cerca de 1 cm de espessura, colocando a massa dentro da forma e com os dedos vai ajeitando até cobrir a forma.
Asse em forno quente por cerca de 10 minutos até que a massa fique crocante e dourada.Rende duas pizzas pequenas.


Nesse meio tempo prepare o recheio.
Retire a massa do forno e coloque o recheio.
Recheei com atum, palmito, tomatinho cereja, cebola, azeitonas, queijo... 

 Leve novamente ao forno por mais 10-15 minutos, depende do forno.
 Essa pizza ficou muito saborosa, e muito parecida com massa de pizza normal.
Digo sempre para meu marido: Ficou parecida com a de verdade? E ele... É de verdade! Rsrsrs... Mas eu simplesmente amei.
Note que não vai ovos, nem óleo nessa massa.