terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Quibe Sem Glúten: Novas fotos!

A receita continua a mesma, mas sempre que tiro fotos tenho vontade postá-las!
Essas foram do "Comidas de Boteco", uma reuniãozinha promovida pelos amigos Adriano e Adriana.
Tinha de tudo, com glúten e sem, moela, peixe frito, quibe sem glúten, frios, ceviche (esse merece destaque).
O nosso quibe está aqui  feito com proteína de soja... A estrela do dia foi a versão crua, sei que não devo, mas amoo!
Para usar assim a carne deve ser selecinada, sem gordura e caso esteja meio grossa, é bom passar no processador para ficar uma massa bem homogênea.

    O prato é um show a parte, é de um jogo, presente de casamento de duas
 amigas queridas Relda e Brínea.


                                                Versão assada, ainda não gosto de fritar nada!
 A folhinha deveria ser de hortelã, mas como não tinha foi manjericão mesmo, e ficou bom!

Agora o Ceviche, me dá água na boca de lembrar entra lá no Tempero Novo para ver só, Paulinha, Paulinha!
Precisamos repetir o Comidas de Boteco!
Beijos.

Muffin de Banana (Sem Glúten, sem Lactose e sem Ovos).

Sempre penso mil vezes antes de fazer um bolo, apesar de adorar... É que normalmente é grande, e o Vi não come muito... Acaba que a Josinha aqui manda todo para dentro e aí vai colesterol, açúcar, etc.


Os muffins são boas opões para esse problema, em forminhas individuais posso fazer a quantidade que quiser e me limito a comer apenas um (ou dois...).
Esses ficaram muito macios, saborosos e veja que não vai ovos!
Segue receita:

INGREDIENTES: 
 
4 bananas pequenas bem maduras;

2/3 de xícara de açúcar;

 
1/2 xícara de óleo vegetal;

1/2 xícara de leite vegetal (usei de soja);


1 e 1/2 xícara de creme de arroz ou farinha de arroz;


2 colheres das de chá de fermento em pó químico;


3/4 de xícara de gotas de chocolate sem glúten (nesta receita não coloquei).

MODO DE PREPARO:  
 
Pré-aqueça o forno a 180ºC e forre 10 forminhas de muffin com forminhas de papel.
Bata as bananas num processador ou liquidificador até virar um purê. 
Adicione o açúcar, o óleo e o leite vegetal (usei de soja).
Bata novamente rapidamente. 
No processador, continue a massa nele mesmo, se estiver usando um liquidificador, neste momento transfira a massa para uma vasilha e continue com uma batedeira ou na mão.
Adicione a farinha e o fermento, bata novamente para formar uma massa homogênea. Retire do processador e passe para uma vasilha média. Junte as gotinhas de chocolate e misture.
Coloque nas forminhas e ponha no forno.
Assam rapidinho, o tempo depende do forno.



Comprei a assadeira de muffins agora, tinha feito esses só nas forminhas de papel, abriram um pouco, mas ficaram muito gostosos.

                                                            Olha que maciinho que fica.
Pensei em variar com açúcar mascavo e castanhas do pará, quando fizer posto a nova versão.
Até o próximo post ;)
 

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Bolo de Aipim (Macaxeira ou Mandioca) Sem Glúten e Sem Lactose

Hoje a receita é da leitora Gabriela Beus, a Gabi é uma colaboradora do blog e um exemplo de dedicação!
Apesar de não ter intolerância a glúten ou a leite, faz dieta isenta desses produtos para emagrecimento, e se deu tão bem que eliminou 30 Kg apenas com dieta e exercícios. 
Impressionante não? Falaremos mais desse assunto em breve!
A Gabi mandou esse bolo lindo que ela fez e eu não resisti em postar!
Prometi sempre postar receitas testadas na minha cozinha, mas em tempos de provas e dieta rigorosa (de calorias), vale demais a experiência dos leitores não é mesmo?
Deixo aqui a receitinha, e um beijo grande à Gabriela!


                                              Bolo pronto, feito pela Gabriela Beus.



INGREDIENTES
1 kg de macaxeira (mandioca, aipim)
2 xícaras (chá) de leite de coco
1/2 xícara (chá) de água
2 e ½ xícara (chá) de açúcar (se gostar desse bolo bem docinho use até 3 xícaras)
1 colher (sopa) de manteiga derretida
2 ovos

MODO DE PREPARO
Descasque, lave bem e rale a macaxeira na parte fina do ralador. 
Coloque-a sobre um pano fino (tipo fralda ou voal). Esprema bem deixando o líquido cair dentro de um recipiente. O resultado sairá melhor se você espremer a macaxeira aos poucos, em etapas.
Deixe o líquido repousar no recipiente por cerca de 20 minutos até a goma (amido se depositar no fundo).
Então escorra somente o líquido de cima descartando-o e reservando a goma no fundo do recipiente.
Em outro recipiente coloque a macaxeira ralada e junte a goma (amido) reservada, o açúcar, os ovos, a manteiga derretida, 1 xícara do leite de coco e a 1/2 xícara de água.
Misture bem.
Coloque a massa numa forma de buraco no meio de 22 cm de diâmetro bem untada com bastante manteiga.
Leve ao forno preaquecido (180°) e asse inicialmente por 30 minutos então retire do forno e regue com a metade do leite de coco restante (1/2 xícara) volte a forma ao forno e asse por mais 30 minutos, retire-a novamente e regue com o leite de coco restante (1/2 xícara) e termine de assar por mais 30 minutos até dourar ligeiramente.
Para desenformar aguarde esfriar totalmente e com uma faca de ponta arredondada vá soltando da forma. 
Dá um pouquinho de trabalho, mas ele não quebra.
Corte em fatias e sirva.


Observações:

Esse bolo fica muito melhor se você o deixar repousar algumas horas antes de servi-lo. Faça-o de manhã para a noite ou vice e versa.

Assim que puder farei esse bolo, pois amo bolo de mandioca!
Se você tiver receitas interessantes, mande para mim também!
Beijos.

Pão Básico Sem Glúten e Sem Lactose

Gente, venho apenas formalizar em um post o pão que uso muito em várias receitas!
Sou mais uma de inúmeros blogueiros que fazem esse pão mais que perfeito da Cláudia Marcelino, uma artista ao desenvolver receitas tão saborosas.

Esse pão dura muito tempo no congelador, faça quantos quiser. Basta fatiar e envolver em filme plástico bem fechadinho. Quando for comer, separe as fatias e descongele por 30 segundos no microondas, ou na torradeira na opção descongelar, ou naturalmente fora do congelador e passe numa frigideira, no forno, de qualquer forma dá certo e parece pão fresquinho!
Experimentem, esse vale muito!!!


INGREDIENTES:

3 xícaras da mistura de farinha sem glúten (2xíc. de farinha ou creme de arroz, 2/3 de xíc. de fécula de batata, 1/3 de xíc. de polvilho doce);
2 e 1/2 colheres das de chá de CMC (dúvidas clique aqui);
1 colher das de chá de gelatina em pó sem sabor;
2 colheres das de sopa de açúcar + 2 colheres das de chá para levedar o fermento;
1 colher das de chá de sal;
1 e 1/4 de xícara de água mineral morna + 1/2 xícara para levedar o fermento;
1 colher das de sopa de fermento biológico seco;
1/4 de xícara de azeite ou óleo;
1 colher das de chá de vinagre de maçã;
1 ovo + 2 claras.

MODO DE PREPARO:
Em uma vasilha média, coloque a farinha, o CMC, a gelatina, o sal, o açúcar e misture com um batedor de ovos.
Em uma vasilha pequena, misture a 1/2 xícara de água morna com as duas colheres das de chá de açúcar e o fermento. Deixe levedar, levantar uma espuma, forma uma esponjinha.
Misture o azeite com a água morna e o vinagre.
Coloque-a sobre a mistura de farinha e bata com a batedeira em velocidade baixa para misturar.
Adicione os ovos, bata novamente em velocidade baixa. Adicione a água de fermento e continue batendo em velocidade baixa e em seguida aumente para velocidade máxima.
Bata por 3 minutos.
                                              Passei gema na superfície antes de por no forno.

Quando terminar de bater, pré aqueça o forno (180 a 210 graus).
Coloque a massa na assadeira de forma que fique mais ou menos 3/4 preenchida.
Coloque em um local fechado para crescer, ponho dentro do microondas.
Quando atingir a borda da forma, ponha para assar.
Passei a gema e salpiquei gergelim por cima.
O tempo de forno varia muito, o meu fica entre 35 e 40 minutos, nos últimos 10 minutos, quando o pão já está corado, abaixo para 130 graus.

                                                                         Aparência do corte
                                  Variação: A mesma receita em forminhas de pão de hamburguer

                                                           Aparência do corte do pãozinho
                                                        Assadeira individual de pãozinho
Para todo pão sem glúten desenforme logo que tirar do forno, e ponha para esfriar sobre uma grade. Corte somente quando estiver totalemente frio, pois ele continua no processo de cozimento mesmo fora do forno.
Ta aí meu pãozinho de cada dia! Beijos e até o próximo!!!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Cuscuz

Olá boa noite... A prova de que estou extremamente sem tempo de postar novas receitas aqui no blog é a receita de hoje... CUSCUZ!
Muita gente vai rir dessa paulista totalmente por fora da cultura nortista e nordestina, mas eu não sabia que era tão bom, rsrs...
Segundo pesquisas Cuscuz é um prato originário do Magrebe (região do norte de África) que consiste num preparado de sêmola de cereais, principalmente o trigo (nem pensar né!?). 
No Brasil, pode ser feito à base de farinha ou polvilho, de milho, arroz ou mandioca. Salgada e levemente umedecida, a massa é posta a marinar para incorporar o tempero. Daí, tem a sua cocção pela infusão no vapor. 
Entre a opção de ingredientes escolhemos o milho, chamado de milharina, flocão e outros. Essa idéia surgiu de uma dieta que estou fazendo, era uma opção que já tinha descartado, mas na falta de tempo de providenciar variedades me lembrei dele. 
Precisei providenciar também o meio de preparar, por que não  tenho a "cuscuzeira", sim ela existe!
Assim tive idéia de utilizar minha linda e versátil panela a vapor, minha secretária (tocantinense legítima) torceu o nariz e disse: nããn...  Mas ainda assim me ajudou!
Bem o resultado mostro abaixo. 

INGREDIENTES:

500 g de milharina;
300 ml de água temperada com sal (1 colher rasa de chá).
100 g de coco fresco ralado (não usei).

MODO DE PREPARO:

Numa tigela, hidrate a milharina em água temperada com sal. Misture com as mãos até formar uma farofa úmida.
Transfira para uma cuscuzeira ou fôrma de pudim com furinhos, ou panela a vapor. Tenha o cuidado de não apertar a massa. Leve em banho-maria por 20 minutos.
Desinforme ainda quente e sirva com molho doce ou salgado.

 Quando ele vai cozinhando dá para ver que a massa está ficando unida.
O aspecto é de seco, mas não ficou.


SEM A CUSCUZEIRA:

Opção se você não tiver cuscuzeira: coloque o cuscuz num prato ou tampa da panela. Coloque um pano úmido sobre o cuscuz, envolvendo o prato (ou tampa) e vire o prato (ou tampa) de cabeça para baixo. Segure bem as pontas do pano e amarre-o. Ponha sobre uma panela com a boca do mesmo tamanho do prato. A panela deve ter um pouco de água para cozinhar o cuscuz a vapor. 
Deixe o cuscuz cozinhando por 20 minutos.

 Eis o resultado!
Há muitos acompanhamentos para o cuscuz, molhos em geral, queijo derretido, banana assada com canela, geléias, azeite, mel...  Enfim... Nada de preconceitos Josiane... Brincadeiras a parte, queridos leitores, vivendo e aprendendo não é mesmo?
Beijos e até logo.